# CÂNCER DE COLO DE ÚTERO

TAMBÉM CHAMADO DE CÂNCER CERVICAL E SE DESENVOLVE À PARTIR DE ALTERAÇÕES NO COLO DO ÚTERO LOCALIZADO NO FUNDO DA VAGINA. A PRINCIPAL CAUSA QUE PODE LEVAR À ESTA ALTERAÇÃO É A INFECÇÃO PELO PAPILOMAVÍRUS HUMANO, O H.P.V.

É O SEGUNDO TUMOR MAIS FREQUÊNTE EM MULHERES ATRÁS APENAS DO CÂNCER DE MAMA E NO BRASIL É A QUARTA CAUSA DE MORTE POR CÂNCER EM MULHERES.

O CÂNCER DE COLO DO ÚTERO NÃO APRESENTA SINAIS OU SINTOMAS EM SUA FASE INICIAL. EM FASES MAIA AVANÇADAS PODE OCORRER CORRIMENTO VAGINAL, SANGRAMENTO OU DOR.

ENTRE OS FATORES DE RISCO ESTÃO O INÍCIO DA ATIVIDADE SEXUAL ANTES DOS 18 ANOS DE IDADE, INFECÇÃO PELO PAPILOMAVÍRUS HUMANO (H.P.V.), TABAGISMO E USO PROLONGADO DE ANTICONCEPCIONAIS ORAIS.

DIAGNOSTICADO ATRAVÉZ DO EXAME DE PAPANICOLAU, SENDO ESTE EXTREMAMENTE EFICAZ ATÉ EM ESTÁGIOS INICIAIS. GRÁVIDAS TAMBÉM PODEM FAZER O EXAME.

ESTATISTICAMENTE NO BRASIL, APENAS 30% DAS MULHERES FAZEM ESTE EXAME AO MENOS 3 VÊZES NA VIDA, ISTO AUMENTA O NÚMERO DE CASOS DIAGNOSTICADOS DA DOENÇA EM ESTÁGIOS AVANÇADOS DE DE DIFÍCIL CURA E TRATAMENTO.

SE UMA MULHER TIVER EXAMES NORMAIS POR 2 ANOS SEGUIDOS E NÃO ESTIVER EXPOSTA AOS FATORES DE RISCO ACIMA DESCRITOS, PODERÁ FAZER O EXAME À CADA 2 ANOS.

O TRATAMENTO DEPENDE DO ESTÁGIO DA DOENÇA QUANDO DE SEU DIAGNÓSTICO, DO TAMANHO DO TUMOR E DE FATORES PESSOAIS COMO IDADE E DESEJO DE TER FILHOS PODNDO SER CIRÚRGICO, RADIOTERÁPICO OU AMBOS.